«Vai ganhar a Bola de Ouro»: Futre diz que Trincão será o melhor esquerdino português de sempre

Antigo jogador tece rasgados elogios ao futebolista do Barcelona

• Foto: DR

Paulo Futre considera Francisco Trincão um dos cinco melhores esquerdinos de sempre do futebol português. Numa conversa com o jogador do Barcelona, promovida pelo jornal 'Mundo Deportivo' a propósito do jogo de amanhã no Wanda Metropolitano, entre o Atlético Madrid e a formação catalã, o antigo craque português não tem dúvidas que muito em breve o antigo futebolista do Sp. Braga vai ganhar a Bola de Ouro.

"Para mim já é um dos cinco melhores esquerdinos de Portugal. Primeiro estão o Simões, o Chalana, eu, agora o Bernardo Silva e não tenho dúvidas que o Trincão vai ser o melhor que todos. O conselho que lhe dou é que se divirta, que desfrute do jogo. Acredito que será muito ofensivo, espero que o resultado seja 5-4 e que os quatro golos do Barça sejam marcados por ele."

Trincão mostrou-se agradecido ao ouvir as palavras de Futre. "É uma honra ouvir isto de um grande jogador como Paulo Futre e vou fazer como ele diz, vou divertir-me e fazer o meu jogo. Obrigado Paulo, por tudo", considerou.

Sobre o facto de poder vir a superar todos os esquerdinos enumerados por Futre... "É uma grande responsabilidade, são todos grandes jogadores e uma referência para mim. Estou aqui para fazer o meu trabalho e jogar, como o Paulo fazia."

Futre ainda acrescentou: "Aviso os adeptos culés que ele vai ser muito grande. Que continue assim, muito humilde, que trabalhe muto. Se não tiver lesões - que não vai ter - vai ganhar a Bola de Ouro. Escrevam."

Por Record
17
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Barcelona

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.