A queda de Marcelo: não era suplente nas eliminatórias da Champions há quatro anos

Brasileiro voltou a sentar-se no banco do Real Madrid

• Foto: Getty Images

Não está fácil a vida do brasileiro Marcelo no Real Madrid. Ao contrário de anteriores temporadas, onde era o dono e senhor da lateral esquerda dos merengues, o internacional canarinho tem nos últimos tempos vivido um inesperado estatuto de suplente, na sombra do 'miúdo' Sergio Reguilón, algo que esta quarta-feira ficou ainda mais patente, quando voltou a ser relegado para o banco por Santiago Solari no duelo com o Ajax.

E os dados não poderiam ser mais claros e até históricos: desde 10 de março de 2015, num jogo com o Schalke 04, que o brasileiro não era suplente numa partida a eliminar da Liga dos Campeões. É o fim de uma incrível sequência para o jogador de 30 anos, que foi peça chave nas conquistas consecutivas dos merengues na prova mais importante de clubes da UEFA - entre 2015/16 e 2017/18 - e que pode indicar muito daquilo que será o seu futuro na capital espanhola...

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.