As declarações da polémica em Espanha: «Sabia que o árbitro não me ia mostrar cartão»

Jogadores bascos corriam o risco de falhar a final da Taça do Rei se fossem admoestados

• Foto: Getty Images

As palavras de Yuri Berchiche caíram como uma autêntica bomba em Espanha. Depois de esta quinta-feira o Athletic Bilbao ter conseguido o passaporte para a final da Taça do Rei, ao perder com o Granada por 2-1 (depois de ter vencido na primeira mão por 1-0), o jogador do clube basco revelou uma conversa que teve com o árbitro do encontro, Carlos Del Cerro Grande, na qual o juiz assumiu que não iria admoestar os jogadores da equipa de Bilbau.

"Falei antes do jogo com o árbitro. [O árbitro] é muito bom... Disse-nos para não nos precipitarmos, para também o ajudarmos. Teve tudo em conta, tanto o cartão do Iñaki, como o do Iñigo e o meu. Disse para não nos preocuparmos, para também o ajudarmos, que ele iria ter isso em conta. Ficamos todos contentes, porque chegamos à final livres de uma possível sanção", disse, sem qualquer pudor, em declarações ao programa Fuera de Juego, da Radio Euskadi.

Berchiche assumiu até que não teve qualquer receio de perder tempo na fase final da partida: "Sabia que o árbitro não me ia mostrar o cartão amarelo mesmo que perdesse tempo".

Recorde-se que o Athletico Bilbao acabou por ver três cartões amarelos, nenhum para estes três jogadores que estavam em risco de falhar a final com a Real Sociedad.

Por Miguel Custódio
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas