Bruno Gama reclama 400 mil euros ao Deportivo pelo despedimento

Jogador joga atualmente no Alcorcón

• Foto: Getty Images

Bruno Gama, atualmente no Alcorcón, da segunda divisão espanhola, reclama do Deportivo cerca de 400 mil euros de compensação pelo seu despedimento em janeiro.

De acordo com o processo de conciliação apresentado no Serviço de Mediação, Arbitragem e Conciliação (SMAC), Bruno Gama, de 30 anos, que representou o Deportivo em dois períodos da sua carreira, em 2011/13 e 2016/18, pede uma compensação de 388.156,59 euros.

De acordo com o jornal 'La Voz de Galícia', este montante é dividido em dois itens: 336.377 euros referentes ao montante líquido de compensação pelo despedimento e 51.779,50 euros relativos a janeiro, que inclui o pagamento de prémios e férias.

Bruno Gama foi demitido pelo Deportivo nas últimas horas do mercado de inverno, a 31 de janeiro, com o objetivo de abrir uma vaga para permitir reforçar o meio-campo com a entrada do ganês Sulley Muntari, de 33 anos, que se encontrava sem clube.

O jogador não gostou da forma unilateral da rescisão do seu contrato, que expirava a 30 de junho, uma vez que lhe foi comunicado através de um telefonema e posteriormente de um e-mail do advogado que trabalha para o Deportivo.

O Deportivo, por seu lado, explicou, num comunicado, que na abertura do mercado de inverno sugeriu a Bruno Gama várias equipas do escalão secundário como alternativa, mas que o jogador recusou.

Alguns dias após fechar o ciclo no Deportivo, o jogador português chegou a acordo para representar o Alcorcón, atual 16.º classificado da segunda liga espanhola.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.