Coronavírus: Morreu Lorenzo Sanz, antigo presidente do Real Madrid

Tinha 76 anos

Lorenzo Sanz, presidente do Real Madrid entre 1995 e 2000, morreu este sábado devido ao coronavírus. O ex-líder dos merengues tinha 76 anos e encontrava-se hospitalizdo desde a semana passada, em estado considerado grave.

Sanz chegou à presidência do emblema merengue, substituindo Ramón Mendoza, que o levara para o clube 10 anos antes. Na primeira época como presidente, renovou completamente o plantel blanco, contratando o técnico italiano Fabio Capello e jogadores como Mijatovic, Suker, Roberto Carlos e Seedorf.

Seria, porém, na temporada seguinte (1997/98), com Jupp Heynckes ao leme, que conquistaria a primeira Taça dos Clubes Campeões Europeus (hoje, Champions League) em 32 anos. Venceu a Juventus numa final disputada em Amesterdão.

Dois anos depois, com uma equipa liderada por Vicente del Bosque arrecadaria mais um troféu máximo de clubes, a nível europeu, ao bater o Valencia na final de Paris.

O êxito desportivo contrastava com alguma instabilidade a nível interno, o que levou Lorenzo Sanz a antecipar as eleições para setembro de 2000, nas quais acabria por ser derrotado pelo atual presidente merengue, Florentino Pérez.

O homem que fez fortuna no ramo imobiliário e na construção civil voltaria a candidatar-se em 2004, mas uma vez não ganhou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.