Ex-médico do Real Madrid sobre Gareth Bale: «Se mandasse proibia-o de jogar golfe»

Alfonso del Corral considera que paixão do galês pelos greens é prejudicial à sua carreira de futebolista

O médico espanhol Alfonso del Corral, que liderou o departamento clínico do Real Madrid entre 1994 e 2007, falou numa entrevista ao 'El Golazo de Gol' sobre as contínuas leões de Gareth Bale e não tem dúvidas que o golfe, desporto que o avançado galês pratica frequentemente, é nocivo para o seu desenvolvimento como futebolista.

"Se eu mandasse no departamento médico do Real Madrid, proibia-o de jogar golfe. É uma modalidade que exige bastante ao nível lombar. É evidente que a musculatura pode ser agredida e irritada pelos esforços que a lombar tem de fazer", considerou o médico.

Bale é um verdadeiro aficionado dos 'greens' já disse que o único deporto que vê em casa é golfe. No balneário a sua alcunha é 'o golfista'...

O médico considerou, por outro lado que Bale tem baixa tolerância à dor. "Não é um problema de dor, é um problema de inflamação, de funcionalidade. Ele de alguma forma, sejam os tornozelos ou os musculos, é dado a contraturas. Isso não significa que não possa jogar, claro que o pode fazer com alguma dor, mas jogaria coxo. A dor não é o importante, o importante é que não pode correr, não pode sprintar, não pode saltar porque o músculo está contraturado."

Sobre o facto de Bale ter pedido ao Real Madrid para não divulgar os seus problemas clínicos, Alfonso del Corral diz que deve ser por razões comerciais. "A informação sobre as suas leões pode baixar cachês. Estamos a falar de jogadores que mexem com dezenas de milhões de euros em transferências, por isso essas informações são muito delicadas."
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas