Fisco espanhol aperta o cerco a Neymar: dinheiro a receber do Barcelona pode 'voar'

Autoridades ordenam apreensão dos 26 milhões que o brasileiro tem a receber da última renovação que fez pelos catalães

• Foto: EPA

As autoridades tributárias de Espanha reclamam de Neymar uma dívida de 35 milhões de euros, por irregularidades fiscais aquando da sua passagem pelo Barcelona, e o jornal 'El Mundo' escreve esta quinta-feira que o Fisco ordenou a apreensão da verba que o jogador ainda tem a receber do clube catalão, quando renovou o contrato.

Assim, no momento em que Neymar receber os 26 milhões que reclama dos catalães, o dinheiro será automaticamente confiscado, para amortizar a dívida dos 35 milhões. O jogador já terá sido informado desta situação.

Recorde-se que Neymar renovou com o Barcelona até 2021, tendo as partes acordado que o jogador receberia 10 por cento do contrato, como prémio. Mas o Barcelona considera que o brasileiro rompeu o acordo ao rumar ao PSG em 2017 e não só não lhe lhe pagou como ainda exige uma indemnização por danos no valor valor de 75 milhões de euros.

Entretanto, quando começou a falar-se num possível regresso de Neymar à Catalunha soube-se que uma das condições impostas pelos blaugrana seria a retirada de todos os processos judiciais do brasileiro contra o clube.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.