Iván Campo critica autoridades espanholas: «Não levantaram um dedo»

Antigo defesa do Real Madrid acusa governo de ter reagido tarde contra o coronavírus

• Foto: Reuters

Iván Campo, antigo defesa do Real Madrid, utilizou uma linguagem pouco simpática para criticar, nas redes sociais, as autoridades espanholas, por pouco ou nada terem feito para prevenir o surto de coronavírus, que até este domingo contagiou 28.572 pessoas, das quais acabaram por morrer 1.720, no país vizinho.

"Até aos ['huevos'] de ouvir tanta falsidade e mentiras contínuas de todos os políticos de Espanha para terem uma medalha, sabendo que uma pandemia global estava a chegar e não levantaram um ['puto'] dedo. E fica pior a cada dia por causa da sua maldita inconsistência e incompetência", escreveu o antigo futebolista, hoje com 46 anos, no twitter, voltando à carga uma hora depois.

"Também li agora que o Primeiro-ministro amplia o estado de alarme para a crise de coronavírus por mais 15 dias, a partir de hoje. Mas fez uma conferência de imprensa ontem, podia tê-lo comunicado à nação. Em que ['puto'] de Mundo vive você?", dispara Campos, dirigindo-se, naturalmente, ao presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez.

Por João Lopes
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0