Messi abre o livro: «Houve coisas nas últimas semanas que me magoaram»

Avançado argentino fala sobre os tempos conturbados vividos no Barcelona depois da derrota na Champions

• Foto: Reuters
Lionel Messi deu uma entrevista ao jornal catalão 'Sport' em que se mostra determinado a esquecer tudo o que passou e a lutar para voltar a colocar o Barcelona na rota dos triunfos. Mas o avançado argentino, que este verão quis deixar os blaugrana, não esconde que passou por maus momentos no clube nos últimos tempos.

A saída de Luis Suárez - que acabou por assinar com o Atlético Madrid - foi um deles. Na altura Messi fez um post arrasador no Instagram, que causou incómodo na cúpula dirigente do clube. "Só disse o que sentia em alguns momentos que foram duros para mim", explicou o argentino. "Entendo que haja quem pense que eu devia calar-me e deixar as coisas passarem, como tantas outras situações que deixei passar, mas houve coisas nas últimas semanas que me magoaram e esta foi a forma que encontrei para o expressar."

O jogador reconhece que a pesada derrota em Lisboa, frente ao Bayern Munique, na Liga dos Campeões, teve um efeito pesado sobre a equipa. Isto depois de o Barcelona também ter perdido o campeonato para o Real Madrid. "Quem me conhece sabe que não sou capaz de jogar se não for para ganhar e para dar tudo em campo. Foi assim durante toda a minha carreira e agora não vou mudar. O meu compromisso para com este símbolo e para com esta camisola é total", assegurou, fazendo questão de deixar uma mensagem aos adeptos. "Se em algum momento algum deles se sentiu ofendido por algo que eu disse, não tenham dúvidas que o fiz sempre a pensar no melhor para o clube."

A seguir, deixou uma mensagem de união. "Depois de tantas desavenças, gostaria de colocar um ponto final nisto. Devemos unir-nos e assumir que o melhor está para vir", disse, prometendo que "esta equipa fará o melhor no sentido de conseguir dar as alegrias que sempre deu aos adeptos, que tanto o merecem." 

Mas Messi assumiu, por outro lado, que cometeu alguns erros. "Devemos deixar as diferenças de lado, eu particularmente assumo que se errei foi para tornar o Barcelona melhor e mais forte. Mas isso já passou, agora temos de nos concentrar em fazer o melhor possível e em trabalhar todos juntos, equipa e adeptos. Juntos, e com paixão, será a única forma de alcançarmos os nossos objetivos, sempre unidos e a remar na mesma direção."
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas