«O problema de Jovic é o Jovic»: o raspanete do selecionador sérvio ao avançado do Real Madrid

Ljubisa Tumbakovic crê que o ex-avançado do Benfica não agiu corretamente com a seleção do seu país

• Foto: Reuters

O arranque de temporada de Luka Jovic no Real Madrid não tem correspondido com as expectativas que eram depositadas no avançado sérvio. Transferido do Eintracht Frankfurt para a formação merengue por 60 milhões de euros, o ex-avançado do Benfica disputou apenas 423 minutos pelo emblema espanhol, tendo apontado um único golo, sendo que esse mau desempenho estendeu-se até à Seleção Nacional do seu país. Contudo, em setembro do último ano o verniz estalou.

Ljubisa Tumbakovic, selecionador da Sérvia, convocou Luka Jovic em setembro, para o encontro com Portugal, tendo o avançado dos merengues entrado apenas nos últimos três minutos da partida. No encontro seguinte, diante do Luxemburgo, a contar para a 6.ª jornada da fase de grupos, o avançado alegou estar lesionado e acabou por ser liberado da seleção nacional, mas apenas quatro dias depois (a 14 de setembro) jogou frente ao Levante. Ljubisa Tumbakovic não gostou da atitude do jogador e deixou-o de fora nos restantes jogos, nomeadamente com a Lituânia, Luxemburgo e Ucrânia.

Em entrevista à Blic Sport, esta quinta-feira, o selecionador da Sérvia demonstrou-se um pouco 'incomodado' com a questão em torno do avançado do Real Madrid e explicou o sucedido. "Tento tirar sempre o máximo partido de cada jogador ao serviço da Seleção Nacional da Sérvia. E nunca neguei a presença de ninguém. Um que se colocou de fora da seleção foi o Luka Jovic. E a verdade é só uma. Não existe nenhum conflito entre mim e o Luka Jovic. O problema do Luka Jovic é o próprio Luka Jovic. De repente esse jogador abandonou os treinos. Como treinador, irei contar sempre com um jogador dessa classe porque não seria profissional da minha parte não pensar nele. Mas é ele quem tem de convencer-nos, à media, aos adeptos, à própria Federação e a mim como selecionador, de que está preparado e que é responsável. Até agora não deu nenhum passo nesse sentido", frisou Ljubisa Tumbakovic.

Portas abertas à seleção

"As portas estão abertas para cada jogador, incluindo para o Luka Jovic. Levo quase três décadas a fazer este trabalho de forma muito profissional, nunca coloquei a carreira de ninguém em perigo e nunca irei fazê-lo. Já levei vários jogadores para o caminho certo, 'por que não fazer o mesmo com ele?'", concluiu o selecionador sérvio.

Por Sérgio Magalhães
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.