Os milhões que o Barcelona garante que vai perder com jogo da Champions à porta fechada

Catalães defrontam o Nápoles sem adeptos nas bancadas e o presidente, Josep Maria Bartomeu, já fez contas

• Foto: EPA
Barcelona e Nápoles defrontam-se no próximo dia 18 em Camp Nou, para a Liga dos Campeões, à porta fechada. Uma medida que surge no âmbito da contenção da propagação do novo coronavírus, mas que traz necessariamente avultados prejuízos, conforme contou Josep Maria Bartomeu, o líder dos catalães, esta terça-feira em Espanha.

"Tomámos a recomendação de jogar à porta fechada como uma obrigação, lamentamos muito pelos adeptos e por todo o mundo do futebol, mas temos de ser responsáveis. Queríamos logicamente jogar diante dos nossos adeptos, mas o governo decretou o fecho das portas nos jogos da Liga. Os jogadores do Nápoles chegaram a ponderar o cancelamento de voos", explicou o líder dos catalães, que esteve num evento equestre. 

Embora considere a questão financeira um aspeto "secundário" porque "o que interessa é a saúde", Bartomeu já fez contas à receita que não vai entrar nos cofres dos blaugrana naquele jogo. "O prejuízo económico deve rondar uns 6 milhões de euros."

A finalizar, brincou também com o atual momento do Barcelona. "À porta fechada não haverá lenços brancos..."
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas