Pai de Jovic: «Se tiver de ir preso, que vá...»

Milan Jovic aceita medidas mais extremas se o filho for culpado de quebrar a quarentena

Milan Jovic, pai de Luka Jovic, defendeu a decisão do filho de quebrar a quarentena em Madrid para ir à Sérvia ao aniversário da namorada. "Fez dois testes e ambos acusaram negativo. Depois disso houve um mal-entendido e ele não sabia que não podia sair do país. Pensou que, dando negativo, podia sair", começou por dizer o progenitor, ao jornal Puls.

"Agora está a ser tratado como um criminoso. Se tem de ir preso, que vá... Estou de acordo com o primeiro-ministro e o presidente, mas só se for culpado. Mas ele veio a Belgrado e ficou em casa. Algumas fotos que o mostram a divertir-se foram tiradas em Espanha já há alguns meses. Mesmo a namorada, Sofia, está grávida e não pode sair de casa, explicou Milan.

O pai não tem dúvidas de que a decisão de Luka Jovic foi motivada por razões familiares. "Só veio porque queria estar algum tempo com os seus. Inclusive, ele está pronto para ajudar o Estado, financeiramente ou de outra maneira. O Luka quer ajudar o povo sérvio", completou o pai do jogador do Real Madrid.

De referir que, ao serviço dos merengues, Jovic soma dois golos em 24 utilizações.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0