Quique Sétien acusado de humilhar Griezmann: «Não lhe vou pedir desculpa»

Treinador do Barcelona esperou até ao minuto 90 para lançar internacional francês no empate frente ao Atlético Madrid

A carregar o vídeo ...
Treinador do Barcelona explica decisão de só chamar Griezmann aos 90 minutos

O treinador do Barcelona continua debaixo de críticas e as suas decisões cada vez mais questionadas. A formação catalã empatou na receção ao Atlético Madrid (2-2) na terça-feira, complicando as contas do título, e Quique Sétien manteve no banco de suplentes até aos 90 minutos Antoine Griezmann, que já só entrou para jogar os descontos. Uma decisão que levou mesmo os jornalistas espanhóis a questionar o técnico o porquê dessa 'humilhação'.

"De todo, não estou de acordo. É verdade que não é normal. [Griezmann] é um jogador importante, entrar quando falta tão pouco tempo para o jogo terminar é duro para um jogador do seu nível, mas as circunstâncias assim o definiram. Podia ter tido outra decisão e não ter entrado. Os jogadores que estavam em campo estavam a cumprir. Compreendo que é dificil, amanhã vamos falar, mas não lhe vou pedir desculpa, por que é uma decisão que tenho de assumir. Mas entendo que ele se possa sentir chateado", afirmou Sétien na conferência.

Também Simeone foi questionado sobre o facto de Griezmann só ter entrado em campo aos 90' e a resposta do treinador do Atlético Madrid deixou bem visível a sua perplexidade: "Sem palavras", disse o técnico que durante cinco temporadas treinou o internacional francês.

2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0