Valencia diz que 35% dos testados estão infetados com coronavírus e aponta dedo à UEFA

Sem especificar quantos e quem são

• Foto: Reuters

O Valencia anunciou, em comunicado, que mais jogadores do seu plantel estão infetados com o novo coronavírus, sem especificar quaisquer nomes. Garay, Mangala, Gayá, um dirigente e um médico era os nomes já conhecidos que tinham sido infetados com o Covid-19 mas agora o clube che adianta que 35% dos testados está com o vírus.

O Valencia esclarece que estes novos casos, entre jogadores e treinadores, são assintomáticos e que todos os atingidos estão em casa isolados e com acompanhemento médico, continuando a realizar o plano de trabalho programado. 

O emblema espanhol criticou ainda a UEFA. "Apesar das medidas restritivas adotadas pelo clube após o jogo de 19 de fevereiro, para a Liga dos Campeões, em Milão, uma área confirmada como sendo de alto risco pelas autoridades italianas dias depois, e isolando o plantel, os últimos resultados demonstram que a exposição inerente aos jogos levou a que houvesse 35% de casos positivos", pode ler-se no comunicado.

2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.