Bordéus-Nimes interrompido por protestos de adeptos: jogadores tiveram de recolher ao balneário

Tentativa de invasão e cânticos contra o presidente do clube de Paulo Sousa

O jogo entre Bordéus e Nimes, da 16.ª jornada da liga francesa, foi esta quarta-feira interrompido aos 11 minutos devido a uma ação de protesto dos adeptos da casa contra o presidente do clube orientado pelo técnico português Paulo Sousa.

Tudo aconteceu quando um grupo de adeptos tentou invadir o relvado, colocando-se junto a uma das bandeirolas de canto e entoando cânticos a pedir a demissão do presidente Frédéric Longuépée, na sequência da venda de 14% do capital da SAD do clube em 2018.
 
O árbitro apercebeu-se da confusão e decidiu interromper a partida e os jogadores recolheram aos balneários por motivos de segurança.

Alguns jogadores do Bordéus tentaram acalmar os ânimos, os adeptos regressaram à bancada e a partida acabou por ser reatada cerca de 25 minutos depois da interrupção.


 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.