Keylor Navas pagou 200 mil dólares para voltar à Costa Rica em pleno surto de Covid-19

Guarda-redes do PSG decidiu regressar ao país natal

Keylor Navas seguiu o exemplo de alguns companheiros do PSG – como Neymar, Thiago Silva ou Cavani – e atravessou o Atlântico rumo à terra natal Costa Rica. O guarda-redes de 33 anos estava a cumprir o isolamento recomendado um pouco por todo o mundo, para travar o contágio do novo coronavírus, mas agora optou por juntar-se à família no país onde nasceu.

Segundo conta o ESPN, Navas apanhou um voo privado na noite desta sexta-feira, 27 de março, rumo a San José. O guarda-redes pagou perto de 200 mil euros para se deslocar até à Costa Rica, acompanhado da mulher e dos três filhos menores. Segundo as regras em vigor no país, Navas e a família são agora obrigados a permanecer na Costa Rica nos próximos 14 dias.

O guarda-redes tinha deixado, poucos dias antes, uma mensagem nas redes sociais, na qual apelava à colaboração das pessoas em tempos de pandemia.

"Como todos sabemos, estamos a passar por uma situação muito complicada a nível mundial devido à Covid-19 e quero fazer uma chamada de atenção ao povo costa-riquenho: escutemos todas as indicações das nossas autoridades, sejamos responsáveis", escreveu, a 17 de março.

Por Mariana Béu
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.