Marçal pede desculpas ao treinador

Brasileiro recusou-se a cumprimentar Genesio

• Foto: Reuters

Marçal, ex-lateral de Nacional e Benfica, retratou-se publicamente depois de ter recusado apertar a mão ao seu treinador, Bruno Génésio, quando foi substituído na derrota caseira do Lyon frente ao CSKA Moscovo (3-2), na quinta-feira. "Fiquei triste por sair e não cumprimentei o treinador. Pedi desculpas no balneário e espero poder falar com ele", frisou o brasileiro, após a eliminação dos franceses da Liga Europa.

O momento em causa deu-se à passagem do minuto 70, altura em que o brasileiro foi rendido por Ferland Mendy. O defesa não gostou da decisão do seu técnico e acabou por reagir intempestivamente. Contactado por Record, o defesa de 29 anos informou estar impedido pelo clube de abordar o tema. No entanto, aproveitou para salientar que, apesar da "deceção", os jogadores já só pensam no desafio com o Marselha, de amanhã, fundamental na luta por um lugar na Liga dos Campeões, que representa agora "o principal objetivo do Lyon" na temporada.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.