Presidente do Lyon acusa polícia espanhola de agredir adeptos "sem motivo"

Vários feridos na deslocação a Sevilha para a assistir a jogo da Champions

• Foto: Getty Images

O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, afirmou esta quarta-feira que a polícia espanhola agrediu "sem motivo" adeptos da equipa francesa na terça-feira, antes do jogo frente ao Sevilha (1-0), do grupo H da Liga dos Campeões.

"Foi uma agressão incompreensível da polícia antimotim contra os nossos adeptos. Imagens vergonhosas dos agentes e do clube", disse Jean-Michel Aulas nas redes sociais.

Jean-Michel Aulas assegurou que um delegado da UEFA fez fotos que demonstram as agressões injustificadas por parte da polícia espanhola, as quais, segundo ele, provocaram cinco feridos.

De acordo com o jornal francês 'L'Équipe', de entre os 200 a 300 adeptos do Lyon que se deslocaram a Sevilha, houve cerca de 20 feridos pela carga policial, mas sem gravidade, embora dois deles tenham sido hospitalizados.

Além disso, quatro adeptos do Lyon foram detidos pela polícia e prestarem hoje depoimento em Sevilha.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas