Villas-Boas: «É sempre complicado voltar com a palavra atrás»

Treinador português explica o que o fez mudar de ideias

Após a saída do diretor desportivo Andoni Zubizarreta da estrutura do Marselha, a continuidade de André Villas-Boas à frente do comando técnico do clube também esteve em cima da mesa. Entretanto, o treinador português decidiu manter-se no cargo e em entrevista ao jornal 'L'Equipe' explica que o apoio dos jogadores foi fundamental para a sua decisão, principalmente porque já havia publicamente admitido que poderia sair.

"Foram momentos muito difíceis para mim, é sempre complicado voltar com a palavra atrás, ainda mais quando me expus publicamente", afirma André Villas-Boas: "Os jogadores e só os jogadores foram decisivos para me fazer mudar de ideia. Durante aqueles dias de incerteza sobre o meu futuro muitos jogadores telefonaram-me, foram eles que me fizeram mudar de ideias."

André Villas-Boas afirma também que o facto de poder disputar a Liga dos Campeões na próxima temporada foi outro dos 'atrativos' que o fizeram manter-se como treinador do Marselha. 

O clube francês está atualmente no Algarve a estagiar. Recorde-se que o campeonato francês foi dado como terminado, após a suspensão da prova em março, devido à pandemia de coronavírus. 

Por Marta Correia Azevedo
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de França

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.