Imprensa francesa arrasa Neymar: "Insuportável", "egocêntrico" e "catastrófico"

PSG foi eliminado da Liga dos Campeões pelo Manchester City

• Foto: Reuters

O PSG não conseguiu, uma vez mais, chegar ao título europeu de clubes e a imprensa francesa arrasou Neymar, depois do jogo de ontem, da segunda mão das meias-finais frente ao Manchester City (2-0).

Para o 'Le Parisien' o brasileiro - que não teve a companhia de Mbappé em campo - foi "um génio sem ideias". "O brasileiro perdeu-se por completo na meia-final. Sem inspiração, nunca pareceu capaz de elevar o jogo da sua equipa, como fez com o Bayern Munique. Dececionante."

O 'L'Équipe' também não o poupou. "Tinha prometido morrer em campo, mas lamentavelmente perdeu-se no jogo. Não tanto nos confrontos, mas mais nos seus pontos fortes, onde ontem foi insuficiente. Perdas de bola, maus passes, escolhas arriscadas. Não conseguiu fazer qualquer diferença com o seu drible. Dececionante."

A France Football também o criticou. "Era realmente necessário fazer seis toques de cada vez que recebia a bola? O Neymar revelou o seu lado obscuro diante do Manchester City, tão insuportável como possível, queria fazer tudo sozinho. À falta de Mbappé decidiu que ele ia decidir o jogo. No centro do mundo a seus olhos, aborrecia os companheiros servindo-os muito raramente. O brasileiro aniquilou uma assombrosa quantidade de boas bolas. Além deste egocentrismo, um final horrível onde procurava lastimar fisicamente os citizens. Todos os parisienses se renderam. Foi levado pelas emoções, uma vez mais. Neymar foi catastrófico."

"Muro" Rúben Dias e um Neymar "pipoqueiro" em destaque nos já habituais 'memes'

Por Record
15
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de PSG

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.