Treinador do PSG critica agressão de Neymar a adepto: «Não se pode fazer uma coisa daquelas»

Tuchel diz que uma atitude como a do avançado é impensável

O treinador do Paris Saint-Germain, o alemão Thomas Tuchel, condenou esta segunda-feira a ação do futebolista internacional brasileiro Neymar, que agrediu um adepto após a derrota sofrida no sábado frente ao Rennes, na final da Taça de França.
"Não se pode fazer uma coisa daquelas. Não gosto, de todo, não é possível", disse o técnico alemão, explicando que embora entenda que é "complicado subir os degraus depois de uma derrota" é preciso "aceitar e mostrar respeito".
Neymar agrediu um adepto na cara quando se deslocava para a tribuna para recolher uma medalha, sendo que o vídeo do gesto tem circulado nas redes sociais e o jogador brasileiro já admitiu que agiu de forma "errada", mas numa situação em que "ninguém consegue ficar indiferente".
O gesto do avançado brasileiro, que protagonizou a transferência mais cara do futebol mundial, depois de os campeões franceses terem pagado 222 milhões de euros ao FC Barcelona, poderá ser punido com vários jogos de suspensão.

Neymar foi provocado e deu um soco num adepto do Rennes

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de PSG

Notícias

Notícias Mais Vistas