Novo proprietário do Chelsea será também diretor-desportivo interino

Todd Boehly desempenhará essas funções até ser nomeado um substituto a tempo inteiro

• Foto: Reuters
O empresário norte-americano Todd Boehly, líder do consórcio que comprou em maio o clube inglês de futebol Chelsea, vai ser diretor-desportivo interino dos 'blues', além de presidente, anunciou o emblema de Londres.

"Boehly vai desempenhar as funções de diretor-desportivo interino até ser nomeado um substituto a tempo inteiro, dando sequência ao trabalho do clube no presente mercado de transferências", refere o comunicado divulgado no site oficial do Chelsea.

Outras alterações na estrutura diretiva incluem a saída de Marina Granovskaia, que estava encarregada das transferências de jogadores, embora mantendo-se em funções até final da atual janela de mercado de futebolistas.

A venda do Chelsea, por 4,25 mil milhões de libras (4,9 mil milhões de euros) ao consórcio de Boehly ficou consumada no final do mês de maio - a mais alta transação de sempre do género -, após 19 anos de 'reinado' do empresário russo Abramovich, alvo de sanções ligadas à invasão da Ucrânia.

O clube britânico, terceiro colocado na última edição da Premier League, atuou ao longo da última fase da temporada com algumas limitações precisamente por causa das sanções impostas a Abramovich.

Bruce Buck, presidente dos 'blues' escolhido por Abramovich, também vai deixar aquelas funções no final do mês de junho.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Chelsea

Notícias

Notícias Mais Vistas