Bruno Fernandes lembra golo de Ronaldo: «Ele não salta... ele voa!»

Médio do Manchester United diz ainda que escolhia Juan Mata para ficar confinado

A carregar o vídeo ...
As confissões de Bruno Fernandes: Ronaldo, 'The Last Dance' e o colega ideal para o confinamento

Bruno Fernandes chegou há poucos meses a Manchester, mas rapidamente se tornou numa referência, tanto para os colegas como para os adeptos. E prova disso mesmo é o facto de voltar a ter sido a figura escolhida para mais uma sessão de perguntas e respostas com os fãs, na qual fez algumas revelações curiosas.

Uma delas foi a forma como passou o período de confinamento. "Nas primeira semana vi muitos filmes, mas agora tenho visto mais séries. Gosto da mais recente, sobre o Michael Jordan. Creio que todos os desportistas gostariam de ter o melhor do Michael Jordan. Vi também a história do Carlos Tévez e também a do Rafinha, do Barcelona."

Bruno Fernandes foi também desafiado a escolher dois jogos para o clube repetir no seu canal e a escolha teve duplo significado. "Escolho aquele onde marquei o meu primeiro golo, diante do Watford. Primeiro porque foi quando me estreei a marcar, não o escolho tanto por ter sido a minha estreia, mas porque me permitirá sentir a atmosfera que se viveu quando marquei e me dará motivação para continuar a treinar e focar-me no jogo. Historicamente tenho um jogo, a final da Champions onde o Ronaldo marca de cabeça e falha um penálti. Dianto do Chelsea [em 2008]. Foi uma final incrível. O Cristiano teve um dos seus melhores jogos de sempre, marcou um golo fantástico, voou para a bola. Ele não salta... ele voa! Foi um grande golo, mas depois falhou o penálti. Mesmo assim, o Manchester United ganhou a final e aquela imagem final, dele no chão a chorar...".





Voltando ao Manchester United atual, Bruno Fernandes revelou que fala regularmente com Juan Mata, Diogo Dalot, Timothy Fosu-Mensah, Fred, Matic e também com Jesse Lingaard ("especialmente no Instagram, porque comento tudo o que ele põe") e que, se tivesse de escolher um jogador para se autoisolar seria... Juan Mata. "Porque se estou ao lado dele posso estar sempre a ouvir a minha música. Porque sempre que passa por mim a canta. É a atmosfera do jogo, mas é um daqueles tipos que mete toda a sua emoção na música, por isso é muito engraçado quando a canta para mim. Normalmente chego antes dele, mas quando estou no pequeno almoço basta ele ver-me e começa logo a cantar."

E na cozinha, qual a iguaria preferida de Bruno Fernandes? "Adoro massa. Desde que era miúdo fazia sempre massa. Porque é algo que gosto muito, mas também porque era o que sabia fazer na altura. Sei fazer outras coisas... Agora gosto também de fazer um churrasco, até porque quando juntamos a família temos sempre um churrasco".

Por Fábio Lima
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.