Diretora-executiva do Sunderland demite-se devido a Adam Johnson

Jogador considerado culpado de assédio sexual a uma menor

• Foto: Sunderland

A diretora-executiva do Sunderland, Margaret Byrne, anunciou esta terça-feira a demissão do cargo, admitindo ter cometido "um erro grave" na forma como geriu o caso de Adam Johnson, avançado do clube da Premier League.

"Reconheço que, enquanto diretora-executiva, a forma como geri o caso de Johnson e a decisão de permitir que continuasse a representar o clube foi um erro grave", disse Byrne, em comunicado.

O Sunderland permitiu que Johnson, de 28 anos, continuasse a representar o clube, apesar de o avançado ter admitido ter beijado uma menor, de 15 anos, sendo despedido na semana passada depois de condenado num processo judicial.

A 2 de março, Adam Johnson foi considerado culpado por um tribunal em Bradford de assédio sexual à menor de 15 anos, enfrentando uma pena de prisão de quatro a 10 anos.

A sentença deverá ser divulgada até final de março.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.