Record

Ederson da depressão à Premier League

Guardião do Manchester City lembra momentos difíceis

• Foto: Reuters

Ederson Moraes é um nome que dificilmente será esquecido em Portugal, principalmente pelos adeptos do Benfica e Rio Ave , clubes pelos quais passou em terras lusitanas. Mas nem tudo correu bem ao brasileiro.

No início da sua carreira, foi dispensado com apenas 15 anos das academias do São Paulo, o que o levou a um mês de depressão e à hipótese de deixar o futebol. "Foi uma situação difícil. Felizmente, os meus pais apoiaram-me e incentivaram-me a voltar a jogar", revelou o atual guarda-redes do Manchester City, em entrevista ao jornal ‘Express’.

Ederson nasceu nos subúrbios de São Paulo há 25 anos, numa cidade chamada Osasco. Desde cedo, tinha uma personalidade fora do comum. Enquanto os seus amigos idolatravam craques da época, como Adriano, Kaká, Ronaldinho ou Ronaldo, o seu herói era Rogério Ceni, o lendário guarda-redes que representou o clube de São Paulo por 25 anos e pelo qual marcou 131 golos... sim, 131 golos. "Até hoje eu assisto aos vídeos dele no YouTube e continua a inspirar-me", confessou o ex-Benfica.

Apesar dos títulos em Portugal e em Inglaterra, o atual nº 1 do City assume que o principal objetivo do clube é erguer a título da Liga dos Campeões, um feito que a equipa de Pep Guardiola persegue: "É claro que a conquista da Liga dos Campeões seria ótimo, até porque o clube nunca ganhou. Seria a primeira vez e algo que certamente nos faria entrar para a história do clube."

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas