Fàbregas confessa ter insónias por causa de Mourinho

Médio abordou saída do técnico português do Chelsea

José Mourinho deixou o comando técnico do Chelsea em dezembro de 2015, após vários resultados negativos e muitas críticas à equipa. Quase dois anos depois, Cesc Fàbregas fala sobre o despedimento do treinador português e confessa que ainda hoje sofre de insónias por causa dessa situação.

"Ainda hoje pergunto porquê. Foi uma vergonha. Às vezes vou deitar-me e penso nestas coisas, não consigo dormir", declarou o médio espanhol à BBC.

"Esquecemo-nos de jogar futebol. Nesses seis meses sentíamos que não íamos a lado nenhum. Não estávamos perto daquilo que tínhamos sido uns meses antes, e sinto-me muito mal por isso", afirmou Fàbregas, confessando que ainda hoje mantém contacto com José Mourinho 

"Mourinho é, provavelmente, o treinador com quem melhor me relacionei. Além de Wenger, Mourinho é o único com quem ainda mantenho contacto."

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.