Jogador do Chelsea infetado com o coronavírus

Centro de treinos do clube parcialmente fechado após teste positivo a Callum Hudson-Odoi

• Foto: Getty Images

Depois do caso de Mikel Arteta, o treinador do Arsenal, esta madrugada foi a vez do Chelsea comunicar que o jovem extremo Callum Hudson-Odoi também foi infetado pelo coronavírus. Em nota emitida no seu site oficial, o conjunto londrino explicou que o resultado apenas chegou madrugada dentro, tendo o clube de imediato ordenado o encerramento parcial do seu centro de treinos.

Na mesma nota, os blues revelam que todos aqueles que estiveram em contacto com o jogador de 19 anos serão colocados em regime de auto-isolamento de acordo com as regras de saúde decretadas pelo governo. Entre este grupo estão todos os elementos do plantel principal, assim como vários dos técnicos.

O Chelsea revela que os primeiros sintomas do jogador foram sentidos na segunda-feira, quando este apresentou um resfriado. De imediato os londrinos pediram ao jogador para ficar em casa, tendo agora chegado a informação de que o teste efetuado foi positivo. Ainda assim, o Chelsea deixa claro que o extremo está bem de saúde.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas