«Se jogaste mal, Mourinho diz-te na cara que não fizeste nada no jogo»: o desabafo de craque do Tottenham

Lucas Moura conta como é trabalhar com o técnico português

• Foto: Getty Images

Lucas Moura teceu rasgados elogios a José Mourinho numa entrevista ao 'Globo Esporte'. O médio brasileiro do Tottenham confessa que gosta do estilo direto e sincero do técnico português.

"O Mourinho disse-nos quando chegou que era a segunda vez, se não me engano, que começa a treinar uma equipa a meio da temporada. Isso é um pouco complicado porque não há muito tempo para treinar quando se joga praticamente duas vezes por semana", explicou o jogador brasileiro. "Ele é um tipo que analisa muito taticamente a equipa adversária e que gosta muito de trabalhar taticamente a nossa equipa. Gosta do trabalho em equipa, de ter um grupo bem compacto, que faz as movimentações desenhadas, todos juntos. É muito sincero, joga 'aberto' connosco. Quando jogamos mal, ele diz-nos isso na cara. Quando jogamos bem elogia."

Lucas Moura confessa que quando soube que Mourinho ia assumir a liderança dos spurs tentou informar-se sobre o técnico. Falou com Willian, que tinha trabalhado com o português no Chelsea. "Quando chega um treinador do calibre do Mourinho ficamos ansiosos, na expectativa de conhecer o dia a dia com ele, o treino, como é que será nas reuniões... Eu estava muito ansioso. Willian disse-me que foi muito bom o tempo que esteve com ele no Chelsea, que ele é 'fera', que eu ia gostar bastante..."

O brasileiro diz que está a tirar as suas próprias conclusões e que até agora está satisfeito com o que tem visto. "Está a ser muito positivo. É um estilo que gosto muito porque o que ele tem a dizer diz diretamente, não manda recados por ninguém. Se jogaste mal diz-te na cara que não fizeste nada no jogo. É um estilo que gosto bastante, é muito sincero. Não diz nada para agradar. Diz o que pensa."

O médio explica que por vezes fala com Mourinho em português. "Quando a reunião é com a equipa toda ele fala em inglês. Se precisar de falar comigo em frente a todo o plantel fá-lo também em inglês. Mas quando me chama em particular, aí é no nosso idioma. E claro que me sinto mais confortável ao falar em português, que é a língua que domino. Mas ele é um tipo muito aberto, muito sincero. Dá essa liberdade de poder chegar até junto dele e dizer o que acho, o que quero e o que estou a pensar."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.