Lukaku sobre Mourinho: «Eu era muito novo quando o conheci... agora sou um adulto»

Reencontro no Manchester United depois da dispensa no Chelsea em 2013

• Foto: Reuters

O verba que o Manchester United pagou por Romelu Lukaku não consegue ofuscar aquele que é o aspecto mais mediático da transferência do avançado do Everton para o clube de Old Trafford, o mais bem sucedido em Inglaterra e um dos maiores do Mundo. A atenção estará sempre no reencontro com José Mourinho, treinador que sancionou a saída do do internacional belga do Chelsea para os toffees, no verão de 2013.

"Mourinho é um tipo com o qual quero trabalhar desde os 10 anos, por isso é fantástico ter de novo essa oportunidade. Temos mantido contacto e ele explicou-me como é este clube e aquilo que espera da minha parte", começou por dizer Lukaku em declarações à ESPN, pormenorizando depois:

"As circunstâncias eram diferentes quando trabalhámos juntos [no Chelsea]. Eu era muito novo quando o conheci, estava desesperado por jogar e ele entendeu-me quando pedi para sair [do Chelsea]. Agora voltei, tenho 24 anos e sou um adulto. Mourinho vê essa maturidade que ganhei ao longo dos anos, por isso estou agradecido pela oportunidade que me voltou a dar."

Também na mira do treinador Antonio Conte para reforçar o ataque do Chelsea, Lukaku deixou bem claro o motivo que o levou a optar por Old Trafford: "É uma oportunidade que sempre quis desde criança. Nem pensei duas vezes quando me contactaram. Estou muito feliz por poder fazer parte da sua história. Quem é que diria que não ao maior clube do Mundo? O melhor estádio em Inglaterra, os melhores adeptos... é a oportunidade perfeita."

"Disse sempre que queria jogar numa equipa que disputa todos os títulos. Desde o primeiro instante que o Manchester United quer ser a equipa dominante, a força dominante. Basta olhar para a história do clube, ela diz tudo. Fazer parte de um clube como este é algo que sempre quis muito. Sinto-me agradecido pela oportunidade que me estão a dar. Agora é trabalhar no duro, o mais duro que trabalhei até agora. Estou ansioso por isso", acrescentou, confirmando depois que o amigo Paul Pogba teve um papel decidivo na escolha que fez:

"Conheço-o há sete ou oito anos e ele agora vive em Manchester, tal como eu. Vive na mesma reua que eu, por encontramo-nos todos os dias. Ele contou-me como lhe estavam a correr as coisas [no Manchester United] e aquela conversa mexeu com a minha cabeça. Quando a oportunidade surgiu, nem pensei duas vezes." 

"Estou muito entusiasmado. Penso que só há jogadores de topo no plantel do Manchester United, um bom grupo de tipos que estão com fome de títulos. Depois há aqueles adeptos... está lá tudo para conseguir ser bem sucedido - mas tenho de trabalhar mais do que venho a fazer. Sei que é uma caminhada longa, mas estou determinado em seguir por esse caminho e agarrar a oportunidade que me deram", encerrou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.