Mourinho: Da "perseguição nunca vista" à culpa por causa da... chuva e do Brexit

Técnico português com várias declarações curiosas após vitória

Foi com várias indiretas que José Mourinho analisou o triunfo alcançado na receção ao Newcastle, por 3-2, numa partida na qual os red devils entraram muito mal (dois golos sofridos logo no arranque), mas que conseguiram reverter com três tentos na fase final da partida. À BT Sport, o técnico dos red devils falou numa perseguição que nunca tinha visto, comparou a situação dos ingleses ao AC Milan e 'assumiu' culpa caso amanhã... chova em Londres.

"Não foi fácil para eles. Para mim também não, mas a creio que a vida é feita de experiências. Algumas são novas, outras sabem-me como um deja vu. Esta é nova e torna-me um melhor treinador e também uma pessoa melhor. Entendo certas coisas na natureza humana e nesta indústria em que trabalho. Costumava gostar disso, ainda continuo a gostar, mas é diferente. Há demasiada maldade em algo que deveria ser belo. Aguento isso com alguma tristeza... Sou maduro, um rapaz crescido, e vou lidar com isso", começou por dizer o técnico português.
"Tenho 55 anos e é a primeira vez que vejo uma perseguição. Posso lidar com isso, consigo viver com isso. Mas alguns rapazes, por não serem quem está a ser perseguido, não estão a lidar bem com a situação. Estavam em pânico, bastou ver a forma como começámos o jogo. A cada bola na área... houve até momentos em que pensei que iríamos marcar um autogolo!", confessou.

Mourinho comparou ainda a fase dos red devils àquela que é vivida no AC Milan. "Se olharem para a história do AC Milan não vão considerar normal eles estarem onde estão. Nos maiores clubes do Mundo há períodos com muita carne e períodos com muitos ossos...".

A finalizar, questionado sobre a possibilidade de ser despedido, o Special One foi... irónico. "Vou para Londres agora e, como um amigo meu me disse esta manhã, se amanhã chover em Londres será por culpa minha. Se houver problemas com o Brexit, será por culpa minha. Tenho de estar pronto para tudo isto. Creio que há demasiada maldade e uma clara perseguição, o que no futebol é demasiado. É a minha vida. É a vida que adoro e para a qual trabalho desde criança".

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.