Mourinho e a saída do Manchester United: «Mereci ser despedido»

Treinador analisa a atual situação dos red devils

• Foto: Reuters

José Mourinho admitiu que mereceu ser despedido do Manchester United em dezembro do ano passado, quando a equipa estava no 6.º lugar. Foi substituído no cargo pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer, que também está sob pressão, em 8.º depois da derrota de domingo com o West Ham.

Quando inquirido sobre o momento dos red devils na Sky Sports, onde é comentador, o treinador português respondeu que não é "a pessoa indicada para responder a isso".

"A equipa está muito atrás na classificação. Não é fácil para mim falar disto... Estive lá por duas temporadas, em que senti muitas coisas positivas, sabia em que direção devíamos ir, mas obviamente o que aconteceu na terceira época não foi bom", constatou Mourinho.

"Fui despedido, provavelmente mereci ser despedido porque eu, como treinador, era o responsável. Mas a triste realidade é que agora estão piores do que antes. Para mim isso é triste. Talvez as pessoas pensem que estou a apreciar a situação mas não estou", garantiu o treinador.

"Há pessoas no clube de que gosto muito, tenho muito respeito pelos adeptos. E para mim é triste porque quando uma equipa é aborrecida, tu tornas-te aborrecido, mas mesmo assim consegues resultados. Só que neste momento, não vejo nada. Acho que vão ter muitas, mas muitas dificuldades, não apenas para entrar no top 4, mas até mesmo no top 6. Acho que esta equipa é pior do que a da última época", concluiu o treinador português.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0