Mourinho e o crescimento do United após jogo com Chelsea: «Rashford, dois centímetros...»

Treinador irónico na conferência de imprensa de lançamento do embate em Stamford Bridge

• Foto: Reuters

O Manchester United defronta o Chelsea no domingo (16h30) com José Mourinho a visitar Stamford Bridge de novo, depois da pesada derrota dos red devils há pouco mais de um ano (0-4, a 23 de outubro de 2016). Inevitavelmente, o tema dominou a conferência de imprensa do treinador português, nesta quinta-feira.

A determinada altura, um jornalista quis saber quanto é que os jogadores do Manchester United tinham crescido desde esse jogo com os blues que terminou numa pesada derrota por 4-0, a 23 de outubro de 2016 - na segunda volta, a 16 de abril deste ano, em Old Trafford, os red devils venceram por 2-0.

"Talvez o [Marcus] Rashford, dois centímetros, e o Scott McTominay, três", brincou Mourinho que, a sério, analisou:

"Não é nada de especial regressar ao [estádio do] Chelsea - é normal, é futebol, é professionalismo. É a vida no futebol, um dia está num clube, no outro dia estás noutro clube. Só é algo muito importante porque se trata de um grande adversário."

"É um jogo entre duas equipas de topo, mas sob o ponto de vista emocional, é só mais um jogo. Joguei lá pelo Inter Milão e duas vezes pelo Manchester United. Tenho de admitir que é um pouco diferente, mas o que interessa é que quero ganhar como fiz com o Inter. E eles querem ganhar como fizeram na época passada. Por isso, é só mais um dia de trabalho", acrescentou.

"Com o andar dos anos tudo se tornará ainda mais natural - dentro de quatro ou cinco anos as pessoas já nem se vão lembrar que fui treinador do Chelsea e tudo será normal. Mas é um grande jogo porque eles são os campeões em título e nós somos o Manchester United", reforçou Mourinho na conferência de imprensa que foi antecipada porque o treinador português tem uma audiência no tribunal de Madrid (Espanha) na sexta-feira, no âmbito do processo que lhe foi movido por alegada fuga aos impostos quando trabalhou no Real Madrid:

"Não [este processo não tem sido um foco de distração]. É apenas uma mudança nos horários dos treinos porque ir lá e não poderia estar lá pela manhã, pelo que tive de alterar as coisas."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas