Mourinho está "feliz" no Tottenham? A palavra repetida que confirma as 'suspeitas'

Treinador português numa entrevista peculiar à Sky Sports

• Foto: Reuters

Se dúvidas existiam quanto à felicidade de José Mourinho por estar no comando do Tottenham, o técnico português tirou-as em entrevista à Sky Sports, numa conversa na qual, no espaço de poucas respostas, utilizou a palavra 'feliz' em mais de dez ocasiões. No comando dos spurs há quase dois meses, o português tem vivido meses positivos (perdeu somente três encontros em nove duelos) e o seu estado de espírito mostra isso mesmo.

"É assim que estou agora, é assim que me sinto. Estou feliz por vir para cá todos os dias, feliz por estar aqui entre as 7:30 da manhã até às 18:30. Feliz por dormir aqui depois dos jogos, por estar aqui com a minha equipa técnica a analisar jogos e a preparar o próximo. Feliz por estar no relvado e orientar os meus jogadores. Feliz por trabalhar no escritório e analisar tudo. Feliz por ir a cada jogo. É essa a felicidade do dia a dia que me ajuda a dar o melhor. É assim que me sinto agora. Estou feliz. Estou num estado de espírito de felicidade, no qual estou pronto a dar tudo, estou 100% comprometido. E isso só é possível quando estás feliz contigo mesmo, feliz com o que te rodeia. Estou feliz, dou 100% de mim, dou tudo o que tenho", declarou o técnico.

Mourinho explicou ainda que nunca esperou encontrar uma equipa no topo das suas capacidades quando aceitou o Tottenham, especialmente porque isso seria impossível de acordo com a sua análise. "Em termos puramente futebolísticos e de resultados, há sempre uma razão para uma equipa mudar de treinador a meio da temporada. Há sempre uma razão para isso. Quando as equipas são perfeitas, quando estão a jogar de forma fantástica e os resultados são incríveis, não se muda de treinador. Não estava à espera de apanhar uma equipa a meio da temporada e encontrar a situação perfeita. Ninguém espera isso. Mas este é um clube fantástico, com excelentes instalações, muito boas para trabalhar. O clube tem um incrível projeto para o futuro e foi isso mesmo que o senhor Levy me explicou. Era mesmo isso que esperava".

De resto, o técnico português assumiu que a sua recente tarefa enquanto comentador na Sky Sports lhe mostrou que são tarefas bem distintas. "Uma coisa é ser comentador, outra é ser treinador. É uma história completamente diferente. É por isso que alguns são melhores comentadores do que treinadores e vice-versa. São trabalhos totalmente diferentes. Mas agora entendo melhor o papel de um comentador, muito melhor. Por isso para mim, sendo um treinador de futebol, é muito mais fácil a minha relação com a imprensa, porque sou também um deles", finalizou.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

O Mundo para Messi

O City Football Group, que detém o Man. City, vai oferecer-lhe um contrato de dez anos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.