Mourinho pensou que ia a uma reunião tratar de reforços e acabou despedido

'The Times' escreve que o treinador não contava ser dispensado enquanto permanecesse na Champions

• Foto: Reuters

O 'The Times' revela este domingo mais alguns pormenores sobre o despedimento de José Mourinho e garante que o treinador português foi apanhado desprevenido.

Escreve o jornal inglês que o técnico tinha uma reunião agendada para terça-feira de manhã com o vice-presidente Ed Woodward onde julgava que seriam discutidas as estratégias para a aquisição de reforços em janeiro. Mas, ao invés, o dirigente comunicou-lhe que o Manchester United deixaria de contar com os seus serviços e despediu-o.

Embora soubesse que a sua continuidade à frente dos red devils podia estar em risco, escreve o 'The Times' que Mourinho estava convencido que não seria dispensado enquanto a equipa se mantivesse na Liga dos Campeões, com mais de metade da época na Premier League por disputar.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.