Mourinho: «Podemos ser amigos se Wenger tiver 50% do respeito que tenho por ele»

Técnico diz que tem tentado demonstrar que as coisas estão diferentes

• Foto: EPA

José Mourinho voltou a abordar a saída de Arsène Wenger do Arsenal no final desta temporada para dizer que até podem vir a ser amigos no futuro. Para isso, diz o técnico português, é necessário existir respeito mútuo.

"Se ele tiver por mim 50 por cento do respeito que eu tenho por ele, até podemos ser amigos no futuro. Porque tenho muito respeito por ele. Mas a realidade é esta: ele era o campeão no Arsenal, eu cheguei ao país em 2004 e queria roubar-lhe o título. É o futebol", referiu Mourinho à Sky Sports.

"Tentei mostrar nestes últimos dois anos que não há problemas, que é um patamar diferente da minha carreira e um perfil diferente. Lamento que depois de Sir Alex, o seguinte grande ícone esteja de saída da Premier League", terminou o treinador do Manchester United.

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas