Mourinho teme divisão interna no United devido a motivo que não controla

Treinador português preocupado com últimos atos de gestão da administração do clube

• Foto: Reuters

A forma como a administração do Manchester United está a lidar com as renovações de contratos de Anthony Martial e Marcos Rojo preocupa José Mourinho, que teme situações semelhantes à que conduziu à saída de Marouane Fellaini no final da temporada depois do do clube não ter apresentando uma proposta satisfatória ao internacional belga.

O 'Daily Mail' adianta que os agentes de Martial e Rojo esperam desde dezembro por uma resposta da equipa de gestão chefiada pelo vice-presidente executivo Ed Woodward, depois de terem pedido aumentos salariais para os futebolistas que representam. Ambos ganham 3,84 milhões de euros por ano e têm contratos que terminam em junho de 2019.

Por outro lado, o Manchester United accionou as cláusulas de renovação automática de uma temporada nos contratos de Juan Mata, Ander Herrera, Luke Shaw, Ashley Young e Daley Blind sem ter procedido a qualquer revisão salarial, o que contribui para agravar o estado de preocupação do treinador português face ao efeito que este 'desinteresse' da administração pode gerar também junto dos futebolistas do plantel que mais ganham.

O jornal inglês aponta Paul Pogba, Zlatan Ibrahimovic, Romelu Lukaku e o recém chegado Alexis Sánchez, cujo salário fixo anual é de 19 milhões de euros, podendo chegar a impressionantes 32,8 milhões de euros somados prémios por objetivos e receitas oriundas de direitos de imagem.

O artigo adianta que Martial e Rojo se sentem inferiorizados, num contexto em que se especula quanto ao interesse de clubes nos seus serviços. O francês continuará na 'mira' de Real Madrid, Tottenham e Arsenal e o argentino é cobiçado pelo Paris Saint-Germain.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.