Nuno Espírito Santo adora vestir a pele de lobo

Treinador português é um dos alvos do Chelsea, mas por agora só pensa no Wolverhampton

• Foto: Reuters

Não é o Jon Snow da Guerra dos Tronos, mas também adora vestir a pele de lobo. Nuno Espírito Santo é um dos alvos do Chelsea para substituir Maurizio Sarri no final da época, mas, neste momento, não equaciona abandonar a meio o projeto que tem no Wolverhampton. Não esconde que gostaria de devolver o histórico clube aos dias de glória vividos na década de 50 do século XX, na qual conquistou três vezes o campeonato (1953/54, 1957/58 e 1958/59).

"Adoro estar aqui! Estamos a fazer uma caminhada com os adeptos. No Wolves somos uma família. Vamos tentar alcançar aquilo que o clube conseguiu nas décadas de 50 e 60", refere o treinador do sétimo classificado da Premier League.

A empreitada está longe de se encontrar terminada e isso deixa Nuno Espírito Santo ainda mais entusiasmado. "Estamos orgulhosos por aquilo que já conseguimos, mas ainda temos uma enorme margem de progressão. Podemos ser melhores!", anota o treinador do Wolves, que vai defrontar o Watford nas meias-finais da Taça de Inglaterra.

O técnico português não esconde que este talvez seja o projeto que mais gosto lhe tem dado idealizar. "Quando gostamos daquilo que estamos a produzir, não encaramos as coisas como se se tratassem de sacrifícios. É uma tarefa árdua e que requer bastante dedicação, mas que me dá imenso gozo. O nosso trabalho é melhorar os jogadores, fazê-los crescer diariamente", explica Nuno Espírito Santo, o grande responsável pela explosão de Rúben Neves, Diogo Jota e Raúl Jiménez, entre outros. Talvez seja por isso que Abramovich pense nele para o Chelsea...

Por Nuno Pombo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.