O 'ataque' de Mourinho ao City que acertou com 'estilhaços' no árbitro

Registo de Michael Oliver em jogos do United por detrás da referência às quedas 'fáceis' dos citizens

• Foto: EPA

O Manchester City é a equipa da moda em Inglaterra, onde lidera a Premier League e reúne o consenso entre jornalistas e comentadores quanto à qualidade do futebol que pratica. Domingo, às 16h30, os citizens defrontam em Old Trafford o Manchester United, aquele que será o seu arqui-rival: os red devils estão no segundo lugar - a oito pontos - e jogam de forma menos exuberante.

City e United refletem a imagem dos respetivos treinadores e se no jogo de palavras Pep Guardiola preferiu referências 'subtis' aos estilo de jogo do adversário, José Mourinho terá ido bem mais longe, atingindo jogadores e, indiretamente, o árbitro do encontro. Dois coelhos com uma só 'cajadada', como diz o ditado popular.

"O City é uma boa equipa. Tem uma boa dinâmica ofensiva, movimentações criativas, jogadores extraordinários, um treinador fantástico - montes de coisas boas", começou por elogiar José Mourinho, para depois ir ao cerne da questão:

"Mas se me perguntarem, a única coisa de que não gosto muito [no Manchester City] é que os jogadores perdem o equilíbrio muito facilmente. Um pouco de vento e eles caem."

Onde é que entra aqui Michael Oliver, o árbitro do encontro? É que nos últimos cinco jogos do Manchester United que dirigiu, Oliver assinalou três faltas para penálti contra os red devils, contra apenas uma a favor. Mourinho criticou ainda o jovem árbitro pela decisão de expulsar Ander Herrera por acumulação de cartões amarelos aos 35 minutos da partida dos quartos-de-final da Taça de Inglaterra da passada temporada, a 13 de março.

Por António Espanhol
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.