O 'envelope' de Rodgers no Liverpool já existia no United de Ferguson... cinco anos antes

Método motivacional apareceu em documentário sobre os reds da temporada 2012/13

• Foto: Getty Images

A história já era conhecida num círculo relativamente restrito de pessoas, mas é daquele tipo de coisas cuja exposição 'a seco' pode causar sérios constrangimentos. A verdade é que acaba (quase) sempre por vir à tona... mas Owen Hargreaves não teve segundas intenções ao relatar o sucedido. O melhor é começar pelo fim.

Em 2012 a cadeia de televisão Fox começou a filmar e editar 'Being Liverpool', um documentário centrado no dia-a-dia da equipa do Liverpool de 2012/13, à altura orientada pelo treinador norte-irlandês Brendan Rodgers. Num dos episódios, o técnico surge numa palestra aos jogadores a dizer:

"Penso que há dois ou três jogadores aqui que nos vão deixar ficar mal esta temporada. Em empenho, espírito de luta... em tudo. E já tomei nota do nome deles. A minha questão para vocês, jogadores, é certificar-me que não são um dos nomes que estão nestes três envelopes, porque todos vocês são importantes."

E assim se popularizou o método dos envelopes como efeito psicológico sobre um grupo de jogadores. Não se sabe onde Rodgers viu, aprendeu ou ouviu falar daquilo, mas a verdade é que uns anos antes, pelo menos a partir de 2007, já Alex Ferguson o usava no Manchester United.

E é aqui que entra Hargreaves, contratado pelos red devils ao Bayern Munique em junho de 2007. Provavelmente sem saber do que se passou com Rodgers no 'Being Liverpool', o antigo médio-centro internacional inglês contou na noite de sábado no BT Sport este episódio quando chegou ao United:

"Lembro-me que estávamos na Ásia, na pré-temporada. Ferguson disse que o plantel tinha jogadores de vários países, que o objetivo era ganhar a Premier League e a Liga dos Campeões... falou tudo isto sempre com um envelope na mão. E então disse, 'aqui dentro deste envelope estão alguns nomes de pessoas que nos vão desapontar. Certifiquem-se que o vosso nome não está aqui'." 

"E todos arrancámos do balneário porta fora determinados a não deixar o 'mister' mal visto. É nisto que ele era especialmente bom. Conseguia fazer com que ninguém o quisesse deixar ficar mal. Ninguém o queria desapontar", acrescentou Hargreaves.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas