O pesadelo de Ashley Cole: ex-Chelsea foi amarrado e assaltado na mesma noite

Grupo de assaltantes levou grande quantidade de joias que pertenciam ao ex-internacional inglês

• Foto: EPA

A mansão do ex-internacional inglês Ashley Cole foi assaltada no passado dia 21 de janeiro, mas só esta quarta-feira foram tornadas públicas declarações de quem viveu de perto o pesadelo que o antigo jogador do Chelsea viveu naquela noite.

De acordo com diário inglês ‘The Sun’, um grupo de assaltantes invadiu, por volta das 21h45 do passado dia 21 de janeiro, a casa do atual treinador das camadas jovens dos blues, tendo amarrado o ex-jogador a uma cadeira enquanto vasculhavam a propriedade. Os invasores terão, alegadamente, levado várias joias que pertenciam a Ashley Cole.

"Foi uma experiência horrível. Os assaltantes pareciam muito profissionais e sabiam exatamente o que estavam a fazer. Já tinham certamente deliberado assaltar a casa do Ashley", disse uma fonte anónima, em declarações citadas pelo ‘The Sun’.

Segundo a mesma fonte, foram vários os vizinhos que tiveram de prestar declarações à polícia de Surrey.

"A polícia parecia estar a levar o caso muito a sério e temos estado em alerta desde esse dia. O Ashley Cole é uma das pessoas com maior estatuto social que aqui vive e a propriedade dele é muito moderna e segura, por isso quem esteve por detrás disto deve ter tido alguma ajuda", relatou um dos vizinhos, que adicionou: "Esta é uma área onde as pessoas prezam muito a sua privacidade, por isso tudo isto agitou-nos um pouco. A polícia não mencionou o nome dele, mas todos nós aqui sabe que foi a casa dele que foi assaltada. Deve ter sido horrível."

Um outro depoimento anónimo afirma que a polícia não queria tornar o caso público. "Durou bastante tempo (o interrogatório) e a polícia parecia querer manter tudo em segredo. Pediram-nos para não comentarmos nada com ninguém. Mas não se sabe se foi porque o Ashley Cole é uma pessoa muito conhecida ou porque acham que o grupo de assaltantes pode voltar aqui", revelou.

"É assustador pensar que uma coisa como estas aconteceu tão perto das nossas casas, numa zona tão pacífica. Deve ter sido algo mesmo importante pois todas as pessoas que nós conhecemos foram questionadas pela polícia, que andou de porta em porta a questionar. Eles estavam mesmo a tentar encontrar os responsáveis o mais rápido possível", rematou.

O porta-voz da polícia de Surrey afirmou, esta quarta-feira, que a investigação prossegue com poucos detalhes sobre os responsáveis pelo assalto.

"Os assaltantes invadiram a propriedade pelas portas traseiras por volta das 21h45. Os suspeitos revistaram a propriedade, antes de fugirem com uma grande quantidade de joias. Foram vistos com roupas escuras, luvas e máscaras. A investigação prossegue em aberto."

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.