Raúl Jiménez: «No Benfica aprendi a não baixar os braços»

Avançado mexicano tem dado que falar na Premier League e Wolverhampton considera acionar opção de compra

• Foto: Reuters

Raúl Jiménez ainda não sabe onde vai prosseguir carreira no final da presente temporada. O avançado mexicano está emprestado pelo Benfica ao Wolverhampton e tem sido um dos elementos em destaque na formação orientada por Nuno Espírito Santo na Premier League. Os dirigentes do clube inglês estão satisfeitos com a performance de Jiménez e ponderam acionar a opção de compra prevista no contrato de cedência do avançado, cifrada em 35 milhões de euros.

"Neste momento, estou emprestado. Fala-se na imprensa de que estão a pensar pagar a cláusula, mas temos de aguardar. O acordo pode ser feito até final de junho, temos de esperar e ver como correm as coisas até lá", afirmou o jogador, numa entrevista concedida à 'ESPN'.

O avançado mexicano já apontou seis golos em 21 jogos ao serviço do Wolves no campeonato inglês e está a um golo de igualar a sua melhor marca de sempre na Europa, praticamente superando em metade da época os seis golos apontados pelo Benfica para a Liga NOS em 2016/2017. Jiménez comentou o seu momento atual de forma e salientou que a exigência competitiva na Premier League o motivou a melhorar. "Tive a sorte de jogar em Espanha e em Portugal, mas aqui o nível de competência é maior, qualquer equipa pode ganhar a outra. Em Portugal, há uma grande diferença entre Benfica, FC Porto, Sp. Braga e Sporting e as restantes equipas e, em Espanha, o mesmo se passa com Atlético Madrid, Real Madrid e Barcelona. Em Inglaterra não, é mais renhido, é um nível muito alto de futebol", reiterou.

Fundamental para a melhoria exibicional verificada parece ter sido também o facto do mexicano se ter finalmente afirmado como titular indiscutível numa equipa europeia. "Faz parte da aprendizagem, mas demorou mais tempo do que gostaria", referiu o avançado, que passou ainda pelo Atlético Madrid antes de rumar à Luz. "No Benfica, quando fui titular, lesionei-me e perdi espaço na equipa e na seleção. Mas aprendi a não baixar os braços e a acreditar que este momento chegaria e que o iria aproveitar, como estou a fazer agora", sentenciou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.