Presidente da Liga inglesa prevê prejuízo de mais de 180 milhões a clubes de escalões inferiores

Rick Perry teme falências

• Foto: Action Images

A suspensão do campeonato inglês, devido ao surto do novo coronavírus, é um assunto que preocupa Rick Perry.

O presidente da EFL (Liga inglesa de futebol, em inglês) demonstrou-se, esta terça-feira, em declarações ao Comité para o Digital, a Cultura, os Media e o Desporto, que as equipas que compõem o Championship, League One e League Two poderão enfrentar um prejuízo de cerca de 184 milhões de euros caso não regressem, o mais rápido possível, ao ativo. Caso contrário, alguns emblemas poderão cair em bancarrota.

"O nosso objetivo, obviamente, é não perder nenhum [clube]. Gostávamos de emergir fortes e mais eficientes, com uma nova redefinição após Covid-19. Temos um grande grau de incerteza sobre o que irá acontecer na próxima temporada, com a dúvida de quando será possível fazer regressar o público aos estádios, algo completamente crucial para o campeonato inglês de futebol. Somos muito mais dependentes das receitas e da atmosfera gerada pelo público do que a Premier League", atirou o líder da EFL.

"Precisamos de um plano de resgate a longo prazo, caso contrário vamos voltar a ter problemas dentro de dois ou três anos. Prevemos uma quebra de cerca de 200 milhões de dólares (184 milhões de euros), um problema agudo. Mas precisamos de esperança, de um plano e de muita clareza ao olhar para o futuro", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.