Seis maiores clubes ingleses ameaçaram deixar a Premier League

Caso não fosse aprovado o Project Big Picture

• Foto: Reuters

Greg Clarke, presidente da federação inglesa (FA), revelou que os seis maiores clubes do país – Liverpool, Manchester United, Manchester City, Arsenal, Chelsea e Tottenham – ameaçaram deixar a Premier League caso não fosse aprovado o Project Big Picture (PBP), plano que prevê o reforço do poder de decisão deste grupo de emblemas.

O dirigente esteve presente em várias reuniões onde o PBP foi discutido, embora tenha abandonado o processo no final da primavera. Escreveu agora uma carta do Conselho da FA, organismo que se irá reunir amanhã.

"O principal objetivo das discussões passou a ser a concentração de poder e riqueza nas mãos de alguns clubes, chegando a ser lançada a ameaça da criação de outra liga. Aconselhei a que existisse uma abordagem mais consensual e que envolvesse todos os clubes da Premier", contou Greg Clarke, cujas palavras serão hoje tema de conversa na reunião dos acionistas dos clubes da Premier. A associação de fãs do Manchester United já veio a público opor-se ao PBP, tal como tinham feito as congéneres de Chelsea, Manchester City, Arsenal, Tottenham e Liverpool.

Por Nuno Pombo
25
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.