Cristiano Ronaldo: «Estava muito nervoso, talvez nem o tenha mostrado, mas estava»

Avançado português assume que o dia foi de emoções fortes

Os dois golos de Cristiano Ronaldo e a 'bomba' de Bruno Fernandes: resumo do Man. United-Newcastle
Aos 36 anos, e mesmo com uma carreira repleta de sucessos e de momentos tensos, Cristiano Ronaldo ainda sente a tensão do jogo e a emoção. Um desses momentos foi este sábado, no regresso a Old Trafford, que deixou o avançado português em 'pulgas', como o próprio assumiu.

"Estava muito nervoso, talvez nem o tenha mostrado, mas estava... A receção foi incrível. Estou aqui para ganhar jogos, ajudar a equipa e colocar o clube no topo de novo", começou por dizer, à Sky Sports.

O primeiro golo, assume, foi algo especial. "Foi um momento incrível. Estava muito nervoso. Ontem à noite estava a pensar no que queria - jogar bem, mostrar que ainda sou capaz de ajudar a equipa e quando comecei o jogo estava super nervoso, especialmente quando disseram o meu nome, mas estes adeptos são incríveis. Sinto-me tão orgulhoso, vou dar tudo de mim para que eles também se sintam orgulhosos de mim".

Quanto a voltar a Inglaterra, CR7 não esconde que este é um 'canto' com um lugar bem particular para si. "Claro que é especial. Todos sabem que o futebol aqui é diferente de todos os lados do mundo. Joguei em muitos sítios e para ser sincero o inglês é o mais especial. Eu pertenço a Manchester, cheguei aqui com 19 anos, trataram-me de forma incrível e foi por isso que voltei. Estou muito orgulhoso por estar aqui".

"Temos uma equipa fantástica, uma equipa jovem, um fantástico treinador, mas como já disse, a equipa tem de amadurecer se quer ganhar a Liga e a Liga dos Campeões. Creio que estamos no bom caminho, temos de ganhar jogos, ganhar confiança a entrosamento. E estou aqui para ajudar", concluiu.
Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Man. United

Notícias

Notícias Mais Vistas