«Pedro Neto a Adama Traoré têm muitas coisas especiais e que se destacam»

António Dias, fisiologista do Wolverhampton, destaca "potência e velocidade" dos dois jogadores

• Foto: Action Images

António Dias é um dos portugueses que compõem a equipa técnica do Wolverhampton liderada por Nuno Espírito Santo e concedeu uma entrevista ao emblema inglês onde fala da carreira, dos métodos de trabalho e de vários jogadores. E neste capítulo destaca dois em particular: Pedro Neto e Adama Traoré.  

"Costumo dizer que qualquer jogador, para chegar a um patamar de Premier League ou de primeira divisão em Portugal, tem que ser especial. Há tanta gente a praticar futebol, tanta gente a ter o sonho de ser jogador… Agora acho que esses dois [Pedro Neto e Adama] têm, realmente, muitas coisas especiais e que se destacam", começa por referir . o preparador físico e fisiologista, que sublinha a evolução de Pedro Neto, a cumprir a segunda época no Wolves.

"Quero dar os parabéns ao Pedro, porque foi um dos nossos atletas que mais aproveitou a fase do confinamento para melhorar algumas coisas nele que tiveram um efeito no seu jogo. Fê-lo de uma forma muito consciente, muito profissional, procurando ajuda e interação, inclusive desafiando-me a mim, muitas vezes, a fazer coisas diferentes e novas para conseguir ajudar ao crescimento dele. Ele ganhou alguma massa muscular. Fizemos algum trabalho para melhorar a velocidade dele também, com a técnica de corrida", justifica António Dias, que também considera que  Adama "conseguiu escolher muito bem os pais dele", uma vez que "do ponto de vista genético, tem uma predisposição fora do normal para ser potente, para ser explosivo".

"Têm muito cuidado com a sua preparação"

"Há muita gente que olha para os jogadores e tem aquela ideia de que trabalham pouco e são muito preguiçosos. Mas estamos a falar de dois jogadores que, realmente, têm muito cuidado com a sua preparação. Não só sob o ponto de vista futebolístico, mas também do ponto de vista atlético. Como olham para a sua recuperação, como são capazes de estar aqui, no centro de treinos, seis horas por dia a trabalhar e, muitas vezes, ainda vão para casa – principalmente no caso do Adama – e ainda trabalham mais coisas que são importantes para a especificidade do trabalho deles e do que os ajuda a sentirem-se melhor", detalha António Dias, dando conta de que Pedro Neto "quase todas as folgas vem ao centro de treinos". "Não é o único, mas é um desses casos. Vem, por vezes, fazer um trabalho mais específico de recuperação, outras vem fazer trabalho extra de ginásio, em função de algumas especificidades que ele tem. Tal como o Adama, o Pedro Neto também essa capacidade de potência e velocidade, embora com características diferentes. Mas, para além disso, tem capacidade para cobrir muita área de campo e fazer ações longas e muito intensas durante muito tempo também. São características não muito fáceis de encontrar em jogadores com a potência que ele tem", conclui.

Por Record
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Wolverhampton

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.