Testes médicos na Juventus concluem que Ronaldo tem... 23 anos

Performance no Mundial mereceu análise

"A grande verdade e o mais importante neste momento é estar muito honrado pela aposta que a Juventus fez em mim, agora que tenho 23 anos... perdão, 33 [risos]. Sinto que tenho a idade biológica de 23 anos." Os resultados dos testes médicos que Ronaldo fez na Juventus vieram provar o que o internacional português disse na apresentação: 7 por cento de massa gorda, quando o normal num futebolista é de 10/11 por cento e 50 por cento de massa muscular, superando a média de 46. Aliado a estes dados, próprios de um jovem futebolista, está um estudo efetuado à performance dos jogadores que atuaram no Mundial’2018, em que Ronaldo se destaca.

António Veloso, diretor do Laboratório de Biomecânica e Morfologia Funcional da Faculdade de Motricidade Humana, explicou a Record como é que, aos 33 anos, CR7 apresenta um índice de performance atlético de 52, quando a média mais elevada foi atingida em futebolistas de 25 anos e é mais baixa (47,5). "Temos de descontar o desvio-padrão que não é tido em conta, mas o Ronaldo consegue estender capacidades de potência ao longo da idade. Possui características físicas mais próximas de um sprinter do que de um futebolista e a capacidade dele decai a um nível inferior à média dos restantes", disse sobre CR7, que, no gráfico ao lado, mostra estar melhor fisicamente do que a média dos futebolistas de 23 anos.

A empresa Soccerment refere ainda que o ‘jovem’ CR7 fez o sprint mais rápido do Mundial – 34 km/hora, frente à Espanha –, a par do croata Rebic que tem... menos 9 anos do que o português.

António Veloso: «Excecional ele estar acima da média de 25 anos»

Para António Veloso, Ronaldo "mantém índices de performance atlética tal como já fazia em 2006 e 2008": "Já na altura tinha níveis claramente mais altos do que os restantes companheiros da Seleção Nacional. Dizer que está acima da média que é feita com 25 anos é excecional e tem a ver com a disciplina que ele sempre teve: no regime de treino, na alimentação e no descanso." Já o facto de CR7 ter massa gorda de 7 por cento "é um valor muito significativo", sobretudo para quem tem 33 anos: "Os sprinters costumam ter 4 de massa gorda e fiz testes a 10 dos principais sprinters nacionais entre 2000 e 2002 em que o Carlos Calado tinha 6/7 de massa gorda."

Por Hugo Neves
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas