Direção de Saúde de Turim e o regresso de Ronaldo: «Está no seu direito»

Roberto Testi esclarece que a utilização de meios privados é permitida

A carregar o vídeo ...
As imagens da chegada de Cristiano Ronaldo a Itália

Roberto Testi, director da Direcção de Saúde (ASL) de Turim, esclareceu esta quarta-feira, em declarações à 'Gazzetta dello Sport', que o regresso de Cristiano Ronaldo àquela cidade italiana na sequência do caso positivo de Covid-19 não violou qualquer regulamentação, já que o português poderia fazê-lo sempre que se tratasse de um avião médico fretado.

"Não sei os detalhes exatos da situação, mas as regras permitem que alguém solicite um avião médico em articulação com as mais variadas autoridades. Neste caso, o Ronaldo tem o direito de voar num avião privado, até mesmo com o seu próprio pessoal. Depois disso pode ir de ambulância - privada, claro está - e ser levado para casa, onde cumprirá o período de quarentena de pelo menos 10 dias. Nesse período não poderá treinar com a equipa", disse Testi.

Por Fábio Lima
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.