Dos guarda-costas à 'fuga' das mulheres: jogadores do Nápoles vivem clima de terror

Zielinski e Allan já foram alvos de atos de vandalismo

• Foto: Twitter

Os últimos dias vividos em Nápoles têm tido como principalmente foco o plantel da equipa daquela cidade italiana.

Mais recentemente, De Laurentiis, presidente dos Gli Azzurri, criou o pânico em torno dos jogadores e de toda a equipa técnica - principalmente sobre o treinador Carlo Ancelotti - e os adeptos não têm 'ajudado' à festa.

De acordo com a imprensa italiana, o 'clima de terror' é de tal forma sentido na equipa, que alguns dos jogadores já começaram a contratar guarda-costas de modo a proteger as suas famílias de eventuais atos criminosos por parte dos adeptos. Mas o caso não fica por aqui... Zielinski e Allan, dois jogadores do Nápoles, já foram vítimas de atos de vandalismo contra as próprias casas e temem que algo pior possa vir a acontecer às suas famílias. Mais recentemente, Genoveffa Darone, mulher de Lorenzo Insigne, abandonou a cidade.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.