Icardi esteve na bancada e foi alvo da fúria dos adeptos: «Os mercenários têm de ir embora»

Spalletti esperava que jogador tivesse ido ao balneário

• Foto: EPA

O Inter Milão venceu domingo, em casa, a Sampdoria por 2-1, contando com o contributo de João Mário a partir dos 59’. O resultado do encontro ficou definido em seis minutos. Os nerazzuri colocaram-se em vantagem ao minuto 73 com um golo de D’Ambrosio. A Sampdoria reduziu aos 76’ (Gabbiadini), e aos 78’, Nainggolan estabeleceu o resultado final. A equipa de Luciano Spalletti mantém-se no 3º lugar do campeonato.

Apesar da vitória, Icardi, cujo clube lhe retirou a braçadeira de capitão, continua a ser o centro das atenções. O avançado de 25 anos assistiu ao encontro e foi alvo da fúria dos adeptos, que exigiram respeito, dizendo que "os mercenários têm de ir embora". Também Spalletti queria uma atitude diferente.

"Fico feliz por ele ter vindo assistir ao jogo, mas devia ter ido ao balneário, pois faz parte deste grupo", frisou. O argentino exige um pedido de desculpas à direção para poder voltar a vestir a camisola nerazzura. *

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inter Milão

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.