Mourinho deu prenda a Felix e vídeo gerou polémica: donos da Roma exigem novas regras

Alguém falou em "bananas", o que foi entendido como um comentário de teor racista

A carregar o vídeo ...
Promessa cumprida: Mourinho já ofereceu ténis ao 'miúdo' Afena-Gyan pelos golos em Génova
José Mourinho cumpriu a promessa e ofereceu um par de sapatilhas de 800 euros a Felix Afena-Gyan, depois de o jovem avançado da Roma ter marcado um golo ao Génova, mas o vídeo do momento em que o treinador surpreendeu o ganês está a causar alguma polémica. E, segundo o 'Corriere dello Sport', até já gerou desconforto junto dos donos do clube.

É que alguém faz um comentário que foi entendido por algumas pessoas como sendo racista. No momento em que o jogador está a abrir a prenda ouve-se uma voz a dizer que no interior da caixa estão "bananas".

O 'Corriere dello Sport' conta que a voz é de Vito Scala, dirigente da Roma, antigo preparador físico de Totti e figura muito acarinhada no balneário da equipa.

O caso chegou aos ouvidos dos Friedkins, a família norte-americana dona do clube, que não terão gostado do que ouviram. Tiago Pinto já terá dado explicações, mas a situação causou algum desconforto, ou não fossem as questões do racismo extremamente sensíveis nos Estados Unidos.

Ainda de acordo com o mesmo jornal, os Friedkins não entendem por que motivo uma cerimónia privada acabou por se tornar num evento, amplamente divulgado pela comunicação social. Nesse sentido estão a postos para dar novas indicações: se o balneário é um local sagrado, fechado apenas a treinadores e jogadores, então não pode ser um local onde tudo se torna público.
Por Record
11
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Roma

Notícias

Notícias Mais Vistas